Otterhound

Otterhound

Características da Raça

Saúde saúde 1 pt(s)saúde 2 pt(s)saúde 3 pt(s)saúde 4 pt(s)saúde 5 pt(s)
Adaptabilidade adaptabilidade 1 pt(s)adaptabilidade 2 pt(s)adaptabilidade 3 pt(s)adaptabilidade 4 pt(s)adaptabilidade 5 pt(s)
Temperamento temperamento, docilidade 1 pt(s)temperamento, docilidade 2 pt(s)temperamento, docilidade 3 pt(s)temperamento, docilidade 4 pt(s)temperamento, docilidade 5 pt(s)
Inteligência inteligência 1 pt(s)inteligência 2 pt(s)inteligência 3 pt(s)inteligência 4 pt(s)inteligência 5 pt(s)
Necessidade de Exercício necessidade de exercício 1 pt(s)necessidade de exercício 2 pt(s)necessidade de exercício 3 pt(s)necessidade de exercício 4 pt(s)necessidade de exercício 5 pt(s)

História

O Otterhound é um cão de linhagem antiga, originário da Grã-Bretanha. Como todos os cães de um passado distante, a história da raça é incerta e contada de diferentes maneiras. Alguns especialistas situam-no no ano 1000 e revelam-nos que foi um primitivo cão de matilha. Outros porém, defendem que surgiu graças ao cruzamentos efetuados entre Bloodhound, com Terriers e Griffons. Existe, também, a perspectiva que descendem do Southern Hound e do Griffon francês.

Este cão foi utilizado para a caça da lontra, atividade que se tornou importante para proteger a população dos rios. O seu excelente faro e habilidade para nadar, tornaram-no relativamente popular. Já no início do século 20, esta raça foi exportada para os EUA, participando pela primeira vez numa exposição do Kennel Club americano, em 1907. Atualmente, estes cães desempenham o papel de cães de companhia e exposição, e contam com numerosos admiradores não só na Inglaterra, mas também na Holanda, Suíça, Alemanha, Canadá e Nova Zelândia.

Temperamento

O Otterhound é um cão de família, por vezes considerado um pouco temperamental, o que se deve ao seu caráter independente. Se, durante o seu crescimento forem educados e habituados a estar perante presenças estranhas, tornam-se cães sociáveis e amigos de outros animais de estimação, incluindo gatos. Também convém que sejam disciplinados, porque podem ser um pouco ‘destruidores’ dentro de casa.

São uma companhia agradável para as crianças, mas, dado o seu porte robusto, convém que os mais pequenos sejam supervisionados por questões de segurança. Estes cães gostam de latir e quando soltos num jardim, é provável que comecem a esburacar o terreno. Então, tenha um cuidado especial aí!

Saúde

O Otterhound é considerado um cão bastante saudável. Estão, porém, registados alguns casos de displasia da anca, problemas de visão e de coração, que não são muitos significativos mas requerem sempre alguma atenção. O seu pelo deve ser escovado uma vez por semana e lavado quando necessário, quando se deve verificar o estado das suas orelhas, para evitar infecções.

Como é resistente ao frio, este cão adapta-se a viver dentro ou fora de casa. O Otterhound necessita de exercício físico diariamente, não só porque são muito ativos mas também porque ganham peso com facilidade. Vamos caminhar com seu amigão?

Comentários

Ring